21 de set de 2012

Pudim de Leite Condensado


Não sou e nunca fui a maior fã de pudim, mas quando um filho pede é uma ordem, eu faço mesmo.
No domingo agora está virando moda caprichar na refeição, caprichar em termos, de preferencia jogar tudo no forno e não ficar mais que uma hora na cozinha, um dia de folga é sempre bem vindo.
A sobremesa escolhida foi o pudim, eu não consigo lembrar de sobremesa mais rápida.
O maior trabalho e cuidado é com a parte de caramelizar a forma, eu coloco 1 xícara de açúcar na forma, espalho e levo ao fogo, segurando com luvas e espalhando com uma colher de pau, quando todo açúcar estiver caramelado, espalho melhor, pois ele vai esfriando e fixando nas paredes da forma, deixando todo o pudim bem envolvido na calda e muito douradinho.
Como eu precisava de uma receita grande, apenas uma lata de leite condensado não iria resolver, fiz logo duas, com um pouco de medo de transbordar no liquidificador mas deu tudo certo.


Pudim de Leite Condensado
1 xícara chá rasa de açúcar ( para muita calda)
4 ovos
2 latas de leite condensado
2 medidas de leite integral

Modo de Preparo:
Caramelize a forma com o açúcar, reserve.
Bata os outros ingredientes no liquidificador, despeje na forma caramelizada e leve para assar em banho- maria, a 200°.

Rende um pudim tamanho família gulosa, que come e repete.

Essa receita também vai para o caderno de receitas da família!

11 de set de 2012

Rabanada de Forno ou Pudim de Pão ou Chame como Quiser


Há tempos faço sempre a mesma receita de pudim de pão, bate o pão no liquidificador com leite quente, ovos, açúcar, raspas de limão e forno em forma caramelizada em banho maria no chão do forno.
Mas eu já botei tudo o que tenho em caixas para a mudança, inclusive o liquidificador.
Não sei na sua casa, mas aqui tem um mistério com os pães, se eu compro muitos, ninguém quer, preferem biscoitos, fazem jejum, comem na rua, seu eu não compro ou compro pouco, todos resolvem que aquele é o melhor pão do mundo e ficam querendo mais.
Os que sobram, ou esquento no outro dia e como no café da manhã, ou viram bruschetas, pudim, muito raramente, rabanadas nem pensar, evito fazer frituras em casa, algumas vezes o pão acaba mofando no armário, infelizmente.
Antes que esse mofasse encontrei algumas receitas diferentes, graças a uma amiga no facebook, que me enviou lá de Portugal algumas opções.
Dei uma adaptada e botei tudo no forno, o resultado foi esse:



A receita é bem simples:

Rabanada de forno

4 pães amanhecidos
1 litro de leite
1 lata de leite condensado
4 ovos
1 colher de sopa de baunilha
2 colheres de sopa de amido de milho
manteiga para untar
1 xícara de açúcar com canela a gosto para polvilhar

Modo de preparo:
Unte bem a forma com manteiga, polvilhe metade do açúcar com canela, Coloque os pedaços de pão espalhados pela forma. Numa tigela com o auxílio de um batedor, misture o leite, o leite condensado, os ovos, a baunilha e o amido, despeje essa mistura sobre as fatias de pães e polvilhe o restante do açúcar. Leve ao forno médio por aproximadamente 40 minutos.

O perfume da baunilha e da canela invadiram a casa, forma uma casquinha crocante que lembra muito a rabanada, muito saboroso.

Não vejo a hora de seguir a sugestão e fazer com croissants e creme de leite ...


7 de set de 2012

Bolo de kit kat


Minha vida e a de todos, eu acho, segue em ciclos e ao que tudo indica, estou voltando para o ciclo dos bolos. Sempre gostei de fazer e modéstia a parte, até faço direitinho.
Esse foi a pedido do Cadu, meu filho do meio, que me fez comprar uma caixa de kit kat e comer quase tudo, que até faltou para o bolo, quando estava quase pronto precisei sair para comprar mais uma barrinha.
Postei a foto no facebook e fez tanto sucesso que resolvi postar aqui também, já que ainda estou na fase de transição de blogs, de emprego, de casa, de vida...
Meu perfil do face acabou se tornando toda a fonte de informação sobre o que eu ando fazendo, mas não mata minha vontade de blogar e nem é tão fácil de localizar uma receita, caso eu poste junto com a foto a receita e modo de preparo.
Como disse estou voltando a fazer bolos, pegar encomendas, preparando festas, voltando ao que eu fazia.
Finalmente encontrei meu apartamento, e em breve, muito breve estarei de mudança, com a cara e a coragem, sem panelas e sofá.
Nada que o trabalhe não me ajude a conquistar, se me levantei depois que tudo o que passei, vou continuar de pé e subindo cada vez mais, isso não resta duvidas, porque posso ter muitos defeitos, mas não sou preguiçosa, nem desleixada, me empenho no que faço.
Não foi diferente com esse bolo, demorei pra fazer, mas só fiz quando estava com tempo para fazer bem feito.

Basicamente é um bolo alto de chocolate, pode usar qualquer receita de bolo que possa ser recheado, vou deixar uma de sugestão.

Bolo de Chocolate:

4 ovos
2 xícaras chá de açúcar
2 e 1/2 xícaras de farinha de trigo
1 xícara de chocolate em pó
1 colher de sopa de fermento em pó
1/2 xícara chá de óleo
1 xícara chá de leite

Modo de Preparo:
Na tigela da batedeira coloque o açúcar e os ovos e deixe bater até ficar fofo e esbranquiçado.
Enquanto isso peneire os ingredientes secos num recipiente, e junte os líquidos em outro.
Acrescente a mistura de farinha e os líquidos alternadamente sobre os ovos batidos.
Misture bem e despeje em forma untada.
Leve para assar em forno médio, até que espetando o palito este saia seco, demora um pouco, mais ou menos 40 minutos, depende muito do forno, porque se trata de um bolo alto.
Retire do forno, deixe esfriar, nivele, corte em fatias e comece a montagem com o recheio também já frio.
Eu prefiro montar na forma, molhar bem, tem quem prefira montar no prato em que vai ser servido, também da certo.
O recheio também pode variar bastante, brigadeiro é sempre a primeira opção, para esse bolo fiz uma receita com 5 latas de leite condensado, o bolo tem que ficar bem alto e bem recheado. Não mais alto que os palitinhos de chocolate.
Sem contar que o brigadeiro do recheio também vai para a cobertura, pois sem essa melequinha em volta os palitinhos de kit kat vão cair, porque a fita só fica mesmo para a foto.

Use uma calda neutra para quebrar a doçura do bolo, ou só leite mesmo, da um ótimo resultado, leite de caixinha, que tem uma boa durabilidade.

Para uma forma de 23cm de diâmetro, eu usei pelo menos 250g de confete e 12 pacotes exatos de kit kat
Separe os palitinhos para colar na lateral.
Espalhe os confetes sobre a superfície do bolo.
Arremate com uma fita.
Use a criatividade, já vi esse bolo com tubetes, e coberto com morangos, bombons, confetes de coração, as possibilidades são muitas.





1 de set de 2012

Panquecas Tradicionais

Ou Basic Vanilla Pancakes
Sim, é uma receita para o café da manhã.
Desde não sei quando procuro por uma receita de panquecas para o café da manhã, com cheirinho de baunilha, que fiquem redondinhas, fofinhas, que tenham sabor de "bom dia", eis que no final de semana passado eu encontrei, são mais que perfeitas, foi amor a primeira vista, copiadas do blog de receitas do caldeirão da bruxa solar.
Mais que postar aqui, essa receita vai para o meu único caderno de receitas que ainda tenho, comecei a fazer tem uns 2 anos e será minha herança para os meninos, só com receitas testadas, aprovadas e repetidas.
Esses dias encontrei um caderno de receitas da minha mãe, da década de 70, muita coisa copiada e nunca testada, só arranquei uma folha e guardei, que foi a primeira receita de bolo que eu peguei, aos 9 anos, ou melhor, aos 8. Um dia antes do meu aniversário, preparei e levei pra escola, e quando cheguei em casa fiz outra vez e comemos quente, foi um aniversário inesquecível.


Essa também vai para o caderno de receitas.
É o melhor que posso deixar para os meus filhos, boas memórias,  grandes experiencias!
Quer melhor lembrança que um café da manhã com panquecas como estas?



Basic Vanilla Pancakes

1 xícara (chá) de farinha de trigo
2 colheres (sopa) de açúcar
2 colheres (chá) de fermento químico
1 colher de (chá) de sal
1 xícara (chá) de leite 
2 colheres (sopa) de manteiga derretida
1 ovo grande
1 colher (café) de baunilha (uso açúcar vanile)
manteiga para fritar


Ligue o forno para ir colocando as panquecas à medida que vão ficando prontas para não esfriarem.


Em um recipiente, bata o ovo com um fouet, acrescente o leite, a manteiga derretida e a baunilha. Mexa até homogeneizar. Junte agora os ingredientes secos: a farinha, o açúcar e o fermento. Misture sem bater.


Aqueça uma frigideira anti aderente com um poquinho de manteiga. Coloque uma concha pequena de massa por vez. Não esparrame, essa panqueca é para ficar mais alta. Se precisar dar forma, utilize as costas de uma colher.


Frite cada lado até aparecerem bolhas na superfície. Fique sempre atento para não queimar por fora e a massa ficar crua. Para virar, use uma espátula. Assim que estiver pronta, coloque em um refratário e leve ao forno para mantê-las quentes. Repita a operação até terminar a massa. Se quiser um número maior de panquecas, faça discos de diâmetros menores.


Sirva com a cobertura que preferir: mel, manteiga, maple syrup (xarope de bordo) ou geleias e afins.
Usei geleia de maçã caseira, que sempre preparo para uma emergência e aproveitar maçãs.

Podem ter certeza que essa panqueca vai estar por um bom tempo no nosso café de domingo!



LinkWithin

Related Posts with Thumbnails