30 de nov de 2010

Bolo de Mel da Ilha da Madeira - Sorteio de Natal


Não tem muito tempo conheci o bolo de mel, eu fiquei boba olhando a mesa da Maria Isabel, cheia desses bolos, que não podiam ser comidos, a casa estava toda perfumada, eu salivando, mas nem assado estava, ela explicou, e depois de assado fica duro, só depois de alguns dias que fica bom para comer.
Peguei um papel, copiei a receita e voltei pra casa, toda empolgada, procurei, pesquisei e não encontrei muita coisa, tudo muito igual.
Depois de alguns dias resolvi fazer, e ficou com a mesma aparência . É claro que eu experimentei quente e não achei ruim. Foi aí que me preocupei, os bolos dela ficaram duros, e com o tempo vão ficando úmidos, ao contrario dos meus que ficaram macios, porém mais secos, e não umedeceram nada, desde o dia em que foram feitos.
Todos os dias faço o enorme sacrifício de experimentar um pedaço pra ver se algo mudou e nada. Ontem ela levou um dos meus e disse que vai me trazer um dos dela, para eu tentar descobrir o que aconteceu.

Depois de um tempo enrolando para postar a receita, valeu a pena, comprei meu livro de receitas união e nele veio a receita do bolo. Então lá vai toda a explicação sobre o bolo, retirada do livro União 100 anos.

Esta é uma receita do século XVIII, preparada com recursos da própria Ilha da Madeira (açúcares e vinhos) e especiarias da Indía. Tradicionalmente os bolos são confeccionados no dia 8 de dezembro, para o Natal, e consumidos durante todo ano até as festas seguintes.
Costuma se guardá-los em recipientes com tampas, em temperatura ambiente, e, segundo algumas consultas técnicas, sua capacidade de conservação deve se a baixa hidratação e às transformações operadas entre os vários açúcares que os compõem.
Por tradição não devem ser cortados com faca,( no século XVIII, as facas eram de ferro), mas sim consumidos em pedaços retirados com a mão.
Como sua origem se localiza numa área de clima tropical, eles mantêm suas características de comportamento em terras brasileiras.

Vou primeiro postar a receita que eu fiz, para não confundir, depois de testar a da união, eu posto também.


Bolo de Mel da Ilha da Madeira

Rende cerca de 60 bolos. Eu dividi por 4 para 15 bolos.

10 kg de farinha de trigo
5 kg de açúcar mascavo
2 noz moscadas raladas
4 lts de melado de cana
1 kg de margarina
2 kg de banha
150 grs de erva doce em pó
150 grs de canela em pó
150 grs de cravo em pó
150 grs de cominho em pó
20 grs de pimenta do reino em pó
400 grs de fermento biológico
100 grs de bicarbonato de sódio
2 kgs de frutas cristalizadas
1 kg de uvas passas
Nozes e Amêndoas, para decorar

Modo de Preparo:
Dissolva o fermento no açúcar, junte todos os ingredientes secos , e depois os umidos, e vá sovando até virar uma massa.
Acrescenta as frutas, amassa bem e distribua em formas de bolo.
Eu assei em marmitex numero 7.
Decore com as nozes e frutas secas, e deixe descansar a noite toda, asse na manhã seguinte, em forno médio.
Retire do forno, deixe esfriar bem sobre as grades do fogão. Embale com papel filme, volte para o marmitex, feche a embalagem e guarde em caixa tampada.

É um ótimo presente para as visitas do Natal, amigos do escritório, vizinhos, para quem vai viajar... para os leitores do blog!!!
Eu vou sortear um Kit de Natal, e vai um bolo no kit.
O sorteio será feito pelo sistema Random.org
Para os interessados, basta deixar um comentário nesta postagem com o email , para que eu possa entrar em contato, até domingo dia 05/12, na segunda dia 06,  o presente será postado, para chegar antes do natal.
Tem que ter um endereço no Brasil e torcer bastante!!!
O kit não está pronto, porque eu sempre acho que está pouco, mas além do bolo de mel, tem cortador de homem biscoito, cravo e gengibre em pó, para a receita de biscoito de gengibre, kit com luva, pega panela e toalha de natal, uma fava de baunilha, bandejinhas de cupcakes , saco de confeitar e bico.
Assim que finalizar, eu fotografo, para dar mais água na boca.

Boa Sorte!!!

23 de nov de 2010

Cookies no Pote


A ideia não foi minha, copiei da Nana do Manga, e da Sam do Fofurices, sei que adorei e quero fazer mais vezes.  Esse foi para minha amiga secreta do orkut, ela é arteira mas também gosta de fazer doce.
Aqui em casa o Felipe inventou que precisava deixar cookies para o papai noel, assim ele não ficava sem presente, lá fui eu pesquisar receitas de cookies para fazer para esse tal papai noel, ah também não pode esquecer do copo de leite, gelado!!!
Se o papai noel gostou dos cookies eu não sei, mas não sobrava nada pra contar história.
Essa receita pode variar, substitua as gotas por passas, nozes ou tudo junto, dividido em partes iguais.

Pra começar você precisa de um pote que feche bem, com capacidade de 1,2 litros O conteúdo pode ficar no pote por 2 meses, bem fechadinho.

No pote deve ser colocado :
2 xícaras de farinha de trigo com 1 colher de café de bicarbonato e uma pitada de sal.
1 xícara de açúcar mascavo
1/2 xícara de açúcar refinado
1 1/2 xícara de gotas de chocolate, ou passas, ou nozes, ou granola, ou...

Tampe bem o pote, decore a gosto, não esqueça  de enviar um cartão com a receita completa e a validade.
Rende 20 cookies.
Eu bem gostaria de ter feito um cartão singelo com a receita, mas nem o paint está instalado neste PC, virou lan house e nada funciona.
Então copiei o da Sam, só adicionei uma moldura.
Vou deixar o modo de fazer aqui e quem tem mais jeitinho com programas de fotos, pode criar um cartão bem legal.

Para fazer os cookies acrescente :
1 xícara de manteiga sem sal amolecida
1 ovo
1 gema

Modo de Preparo:
Coloque os ingredientes do pote numa tigela, faça uma cova no centro, adicione a manteiga, o ovo e a gema.
Com as mãos misture delicadamente. Sem sovar até que a massa esteja bem unida.
Faça bolinhas de 5 cm e leve para assar em forno pré aquecido a 180°.
Deixe na forma uns 15 minutos e transfira para uma grade ou papel toalha até esfriar completamente.

Como sou uma pessoa muito decidida, fiquei na duvida se deixava mais simples, ou mais chique, e como o simples é chique, deixo as duas opções:



O enfeite do primeiro, da pra tirar do pote e deixar na árvore de natal.

Só fiz com gotas porque encontrei gotas da arcor, e até que são gostosas, não parecem hidrogenadas.

Acho que falei tudo, se faltou alguma coisa é só perguntar.

20 de nov de 2010

Cakeballs de avelã e pistache


Sabe quando você abre o armário vê um monte de potinhos com sobra disto e daquilo??? Eu to assim tenho tantos potes, que as vezes preciso cheirar pra lembrar o que é, eu como nutricionista deveria etiquetar tudo e colocar validade nas etiquetas, mas quem consegue fazer isso, com temperos e tudo mais, além do que, muitas coisas vão pro pote hoje e já saem amanhã.

Só me confundo um pouco com temperos, então deixo com saquinho dentro do pote. Fica feio eu sei, se alguém consegue organizar, me ensina, tenho certeza que vocês tem dicas ótimas.
Só de açúcar eu tenho vários potes, todos transparentes, faz as contas, açúcar refinado, cristal, demerara, mascavo claro e escuro, confeiteiro tipo glaçúcar e impalpável e o baunilhado.
Isso sem contar a mega compra de cacau, as farinhas de trigo, e tudo mais que uma pessoa metida a confeiteira precisa ter.

Hoje resolvi acabar com alguns antes que o tempo acabe com eles.
Juntei um bolo pequeno congelado, fiz uma receita de brigadeiro, juntei um pote de nutella grande, amassei tudo e virou a massa, queria fazer cake pops e adivinha??? Não tinha palitos, nem espetos, nem nada para fazer de cabo das bolinhas. Isso que é uma dona de casa desorganizada.
Fiz bolinhas mesmo, bolotas, banhei num blend de chocolate amargo e ao leite e joguei no pistache torrado e moído, coloquei sobre papel manteiga e levei para gelar uns minutinhos.
Só posso dizer que ficou bom, ficou muito bom.

Agora vou correr de volta para a cozinha terminar de ajeitar os potes e inventar mais alguma coisa.
Programão de sábadão!!!

18 de nov de 2010

Chocolate-Filled Cupcakes ou Cupcakes Recheados de Chocolate


Essa receita tem chocolate, mas na medida certa, para quem gosta ele está lá, para quem não gosta, não é o suficiente para ofuscar o sabor da massa. E que massa, com um sabor incrível de baunilha.
A cada receita traduzida me surpreendo com o sabor e ingredientes, quem acompanha já percebeu, uma receita é cheia de manteiga, outra parece que só vai ovos, outra carregada de chocolate, nesta  só usamos as claras. Quando estou traduzindo fico pensando: "isso não vai dar certo", ou "pra que isso, não é só um bolinho?"
Não, não é só um bolinho, é o bolinho, só quem experimenta vários pode sentir a diferença, na textura, no sabor, na umidade da massa.
Esses passaram com louvor no teste do iNeto, de 15 que renderam, ele experimentou só 8 ou mais, eu perdi a conta, esse calculo foi por eliminação, o numero pode ter sido bem maior, rsrsrsrsrs, eu sei que comi 1 e meio.
Apesar da simplicidade da receita, ela pede grãos de baunilha, ah ta, tão fácil,  lá fui eu atrás da baunilha, mesmo morando em São Paulo, é uma viagem, principalmente, pra mim, que sou do ABC, longe de tudo!!! Primeiro um ônibus até o centro, ou como antigamente, até a cidade,  já na cidade, vem o trem, até o Brás, la  encontrei a  Gabi, minha amiga e guia de compras, ela foi co-responsável pelas comprinhas da postagem anterior, e também está me ajudando com a arrumação de um rack, no quarto, que estava uma bagunça, assim que concluir mostro as fotos do antes e depois. Mas eu ainda não cheguei, ainda tem o metrô, ir até que é fácil, voltar é a pior parte, o cansaço, o bolso vazio e as mãos cheias de sacolas, e todos esses meios de transporte, atrasados e lotados, eu ainda pude contar com a sorte e uma carona do meu pai eliminando o ultimo ônibus, só que não rolou, meu irmão precisou do carro, e eu dancei.
Convidei o Neto para ir comigo, e fotografar tudo, fazer um roteiro para quem gosta de comidas e compras, na Paula Souza, Mercurio e 25 de março, quem sabe ele deixa de preguiça e vai, prometo leva lo para comer a melhor esfiha de São Paulo, esfiha de verdade.
Se deixar eu vou digitando, digitando e nada de cupcake. Resumindo, eu comprei uma fava de baunilha, nem vou perguntar o que fazer com apenas uma única fava de baunilha, saí de tão longe para uma unica e exclusiva fava de baunilha, isso é falta de planejamento, ou planejamento mal feito, então vou dar a melhor dica da vida de todo mundo, FAÇAM LISTAS ANTES DE SAIR DE CASA!!!  Do que comprar, de onde ir, se preciso cronometrem as atividades, dá certo, não tem erro e nem falta de produtos.
Agora eu falei tudo, podemos passar para a receita.


Cupcakes Recheados de Chocolate
No livro ela diz que rende 12, o meu rendeu 15.


    
* 3 / 4 xícara manteiga sem sal, amolecida
    * 1 1 / 2 xícaras de açúcar granulado
    * 6 claras de ovos grandes
    * 3 / 4 xícara de leite integral
    * 2 colheres de chá de baunilha extrato
    * 2 grãos de baunilha, metade do comprimento, as sementes raspadas e reservada, feijão descartado.
    * 2 xícaras de farinha de trigo
    * 2 colheres de chá de fermento em pó
    * 1 / 4 colher de chá de sal grosso (usei sal refinado mesmo)
    * 120grs de chocolate meio amargo, cortado em 12 pedaços (pode usar uma barrainha de supermercado)
    * 1 colher de sopa de açúcar de confeiteiro, para polvilhar

Direcções

   1. Pré-aqueça o forno a 180 graus. Forre uma forma de muffin padrão de 12 copos com forros de papel e reserve.  Coloque na tigela da batedeira a manteiga e o açúcar granulado, com o batedor e bata em velocidade média até ficar fofo, cerca de 3 minutos. Adicione as claras, o leite, a baunilha e as sementes de baunilha, misture até incorporar, raspando os lados da bacia quando  necessários. Adicione a farinha, o fermento e o sal, misture até que homogeneizado.
   2. Divida a massa entre as forminhas de muffin, enchendo cada copo aproximadamente 3 / 4 da capacidade. Coloque um pedaço de chocolate para o centro de cada um, pressionando ao meio  para cobrir de massa. . Asse até ficar dourado, cerca de 24 minutos. Transfira  para uma gradinha e deixe esfriar ligeiramente. Polvilhe com açúcar de confeiteiro antes de servir.
Cupcakes podem ser armazenados em recipientes hermeticamente fechados à temperatura ambiente até 3 dias.

Usei só um lado da baunilha o outro coloquei num vidro, completei com vodca para fazer meu próprio extrato, chega de pagar caro ou de usar essências artificiais. Pode também colocar as vagens de baunilha num pote de açúcar, e usa lo nas receitas. Eu faço isso assim que tiver juízo e comprar pelo menos meia dúzia de favas.
 
Dica do livro - Para misturar essa massa com as mãos, coloque os ingredientes em uma tigela grande. Usando uma colher de pau, misture-os até que apenas combinado, raspando as laterais da tigela quando necessário.

17 de nov de 2010

Trufas mescladas


Na semana passada quase tive um treco, entrei numa overdose de chocolate, para piorar fui até a zona cerealista de São Paulo, e comprei vários tipos de cacau em pó, só para saber se são diferentes, o simples fato de terem nomes diferentes, não quer dizer nada pra mim, saí de casa no intuito de comprar os ingredientes do bolo de mel, em breve por aqui, mas voltei com um monte de sacolas, posso ouvir ao fundo em coro: -Mulheres!!!!


O assunto de hoje são as trufas, já meio fora de moda, andaram muito tempo desfilando pelas vitrines de doces, a popularização das trufas fez com que elas perdessem um pouco seu encanto, explico, sempre que aparece algo legal, todo mundo quer ter e fazer, com muita gente fazendo, quem ganhava muito passa a não ganhar tanto, quem começou a ganhar esperava mais lucro do negócio, então logo da se um jeito de baratear custos, prolongar prazos de validade, fazer com que o produto fique mais resistente as oscilações de temperatura... até que temos outra coisa em mãos menos trufas.
Recheios artificias, chocolate com gosto de sabão, trufa com gosto de nada, até desanima, principalmente que sei que é tão fácil de fazer. Tomara que não aconteça o mesmo com os cupcakes !!!

 Basta usar ingredientes de qualidade, e terá um produto final de qualidade.


Trufas Mescladas
Trufa Escura
400 grs de chocolate ao leite ( não vou dizer a marca pq não me autorizaram)
200 grs de creme de leite, eu uso o de caixinha TP
2 colheres de sopa de conhaque

Trufa Clara
400 grs de chocolate branco
150 grs de creme de leite
Extrato  de baunilha a gosto ( como estou sem extrato, por preguiça de fazer, raspei a fava e usei os grãos)

Cacau em pó para banhar.

Modo de Preparo:
Derreta o chocolate em potencia média no microondas, ou no banho maria, um chocolate de cada vez, junte o creme de leite, e o conhaque, misture bem. Reserve, repita a operação com o chocolate branco.
Despeje o creme claro, sobre o creme escuro, e leve para gelar, eu deixo sempre a noite toda.
Faça bolas com a ajuda de 2 colheres e passe no cacau em pó, se aguentar, só sirva no dia seguinte.
Também pode fazer na forma de pvc, usando chocolate meio amargo derretido e temperado, ou simplesmente fazer as bolinhas e banhar no mesmo chocolate amargo.
Dá pra usar outras combinações de chocolate, e usar suco de fruta concentrado para aromatizar.Vai do gosto, fiz essa que é a preferida das crianças e dos adultos da família. Eu prefiro a de caipirinha, com limão e cachaça, sem segredos.

Ah, pode se acrescentar, mais creme de leite para deixar mais cremosa, ou usar um pouco menos para ficar mais firme.

16 de nov de 2010

Cookie de chocolate da Nigella - Agora eu sei fazer!!!


Eu não sei como consegui esperar tanto tempo para contar, deve ser porque se eu parasse de trabalhar, para postar, me atrasaria para as encomendas, e sou pontual.
Devo dizer que esta receita não é novidade para ninguém, está por todos os lados na net, tem vídeo, e vários modos de fazer, com certeza seu blogueiro preferido já postou, e não sei bem porque nunca havia arriscado fazê-la, ou melhor eu sei, por causa das benditas gotas de chocolate, me recuso a fazer uma receita com aquelas gotas de gordura vegetal disfarçadas, muito embora eu tenha encontrado algumas gotas que parecem ser de qualidade, não quis arriscar e piquei o chocolate meio amargo, em pedaços  generosos, para usar no cookie.
Eu não sei se minha humilde opinião vale alguma coisa, mas essa receita é uma que tem andar com você por todos os lados, deixe uma esquecida em todos os lugares da casa, até na gaveta de calcinhas, ela resolve qualquer problema, basta um desses e seu dia muda, e não é só isso, você ainda pode deixar uma reserva no freezer e assar quando bem entender.
Dá uma olhada neles esfriando!!!
Eu usei a receita daqui,  muito bem explicada, uma foto linda, gosto muito do "Prato Fundo".
Deixarei o vídeo para que todas se animem e façam, bom seria se nossas lojas de conveniência fossem como a do vídeo, aqui só são convenientes para bêbados. Tudo o que não é bebida é dispensável e muito caro. Faz tempo que não vou a nenhuma, então se mudou, me avisem.


Deu vontade???

Totally Chocolate Chip Cookies

Ingredientes
  • 125g de chocolate amargo com 70% de cacau
  • 150g de farinha de trigo
  • 30g de cacau em pó peneirado
  • 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
  • 1/2 colher (chá) de sal
  • 125g de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
  • 75g de açúcar mascavo peneirado
  • 50g de açúcar cristal
  • 1 colher (chá) de essência de baunilha
  • 1 ovo gelado, recém tirado da geladeira
  • 350g de chocolate meio amargo em gotas ou pedacinhos (usei em pedaços)
Modo: pré-aqueça o forno em 180ºC. Derreta o chocolate (125g) amargo no microondas ou no banho-maria, cuidado para não queimar ou deixar água entrar, reserve.
Misture os ingredientes secos: a farinha de trigo, cacau, bicarbonato de sódio e o sal, reserve.
Bata a manteiga com os açúcares (mascavo e o cristal) até ficar um creme homogêneo, então, adicione o chocolate derretido e bata bem. Acrescente a baunilha (essência ou extrato) e o ovo gelado, bata para misturar.
Junte os ingredientes secos e as gotas de chocolate, misture muito bem. A massa fica ‘mole’, mas não escorre. A dica para modelar é usar uma colher de sorvete (ice cream scoop, aquela com mecanismo para soltar a bola), distribua 6 em cada assadeira (se não for anti-aderente, forre com papel manteiga) e não nivele. (Usei duas colheres, não tenho a colher de sorvete, ainda)
Asse por 18 minutos, faça o teste do palito: não deve sair úmido. Se vier com chocolate, tente em outra parte. Retire do forno, deixe esfriarem por 5 minutos na assadeira e depois transfira para uma grade para esfriarem por completo.
 Para congelar a massa é simples: é fazer tudo igual, como se fosse assá-los. Mas ao invés de levar ao forno, coloque no freezer e deixe endurecer. Depois é só colocar num saco plástico e fechar bem.
Para assar os congelados, pré-aqueça o forno em 180ºC. Não precisa esperar descongelar, depois que pré-aqueceu, só colocar os cookies ainda congelados na assadeira e assar.

Já que o livro da Tia Martha não chega, vou usando as receitas da prima pobre (rsrsrsrsrsrsrsrsrs), contanto que fique gostoso !!!

A seguir cenas dos próximos episódios:
Bolo com Pasta Americana
Bolo de mel
Cupcake recheado de Chocolate, receita da Tia Martha
Trufa Mesclada
Docinho de Leite em pó


 Aguardem!!!


11 de nov de 2010

Chocolate Charms (Cookies de Chocolate, mas não conta pra ninguém)


Eu sou a típica mulher de fases, um salve para o Raimundos, entrei na fase dos cookies, bastou uma amiga do trabalho dizer que tem o livro  e que é muito bom, e lá fui eu pro site da tia Martha, eu sei que reclamei do livro de cupcakes, que praticamente todo o livro estava no site, ainda assim quero o de cookies também, nem que seja só para ter certeza de que tudo também está no site.
Continuo preguiçosa, e com encomendas, então tenho que me organizar para ter minha sessão de preguiça diária, até no PC tenho vontade dormir, tenho ficado muito pouco na net, pois um pouco que leio já começo a chorar de sono.
Pesquisas são feitas rapidamente, já corro para a cozinha testar, antes que eu durma. Por incrível que pareça nessas pesquisas rápidas, encontrei vários blogs maravilhosos, e me pergunto: Como eu não conhecia tanta gente antes? E não é só isso, quanta gente boa eu ainda não conheço???
Hoje quando liguei o PC, pela manhã, me surpreendi com um email do Bicha Fêmea, não é que eu estava lá!
Eu não, meus cupcakes.
Estou boba, tá eu to mais boba que antes,admito!!!
É muito bom ver o trabalho reconhecido, saber que estou sendo útil para alguém, estou aprendendo,acho que não vou parar nunca de aprender, podem até fazer minha carteirinha de xereta oficial. prometo tudo que eu descobrir, dividir com vocês.
Tem pouco tempo eu descobri o "Pitadinha", foi lá que eu encontrei uma receita de cookie, que antes de saber que era da tia, eu já sabia que faria.
A receita é bem simples, sem as gotas de chocolate de qualidade, que são praticamente impossíveis de encontrar, mas com um sabor incrível .
Primeiro eu vou postar a receita, depois eu comento, ok?

Chocolate Charms

  • 100 g de manteiga sem sal em temperatura ambiente (eu usei com sal)
  • 1/4 xícara de açúcar
  • 1 xícara de farinha de trigo
  • 1/8 xícara de cacau em pó
  • 1 colher de chá de baunilha
  • pitadinha de sal (não coloquei pq já tinha o sal da manteiga) 
  1. Bata a manteiga com o açúcar até ficar fofo e esbranquiçado
  2. Junte o cacau e a farinha peneirados e bata até a massa ficar homogênea. 
  3. Molde a massa em formato de disco e leve à geladeira por cerca de 1 hora
  4. Faça bolinhas de cerca de 2,5cms de diâmetro e disponha em uma assadeira forrada com papel manteiga .
  5. Leve ao forno pré-aquecido por cerca de 25 minutos, virando a assadeira na metade do tempo
  6. Deixe esfriar completamente e polvilhe com cacau ou chocolate em pó
Bem simples que até da medo de fazer e dar errado.
Deu certo, só as imagens ( para não ser repetitiva) não ficaram boas, mesmo com essa imagem ruim achei que valia a pena postar pelo sabor, no blog da Juliana, as imagens estão melhores, e no site da tia, da uma olhada, ela foi esperta, fez as fotos, sem tirar os cookies do lugar, pena que eu só vi depois de já comidos todos.

Quero já um curso intensivo de fotografia de comida!!!!
Tem algum livro pra isso??? Se tiver não me contem, estou sem saldo.

8 de nov de 2010

Salpicão


Mais uma da série " eu também faço salgados", ainda a procura do ângulo perfeito, de uma iluminação legal, eu chego lá!
Eu adoro salpicão, e nunca faço em casa, um não gosto de misturar frutas na comida, outro não gosta de maionese, e por aí vai ... Ontem resolvi fazer do jeito q eu gosto, e não é que todos comeram, o negócio é não perguntar, fazer e servir.

Como ando muito esquecida, não comprei batata palha, preciso de um médico, quando não estou desanimada, estou cansada, ou estou tonta, ou tentando lembrar o que eu ia fazer mesmo, hoje me lembrei que se eu não digitar as receitas e não postar as fotos, elas não vão pro blog sozinhas, que descoberta!!!
Imaginem que a batata está na foto, e adicionem em suas receitas, fica bom sem, melhor com.
Se bem que essa não é uma receita assim tão engessada, da pra variar bastante.

Eu usei um pedaço de repolho branco, fatiado bem fininho, 1 pedaço de repolho roxo também bem fatiado, uma cenoura ralada, um talo de salsão, 1 maçã fatiada, 3 colheres de sopa de uvas passas, 3 colheres de sopa de nozes, 1 peito de frango em cubos, cozido; e 1 xícara de chá de maionese light.

O preparo não tem segredo, se não conseguir fatiar tudo bem fininho, é só passar no processador, misturar tudo numa saladeira, temperar a gosto e servir.
Parece que estou tentando ser light?
Pois estou.
Como já disse vou procurar uns médicos, ver se estou realmente doente, minha suspeita é de hipotiroidismo, ou se é só falta de vergonha na cara mesmo.
Ah, quanto ao livro de cookies, o Neto disse que me dará de presente assim que eu fizer uma receita de cada livro que eu comprei este ano, então aguardem, um cardápio muito variado, enquanto me resta um pouco de vergonha na cara, mal sabe ele que farei todas ainda esta semana, hahahahahahahaha. Ganho o livro muito antes do natal, se a preguiça deixar, estou doente, não posso ser contrariada, nem passar vontades.

4 de nov de 2010

Lasanha e agora eu tenho câmera


Eu também faço pratos salgados, afinal tenho filhos que precisam se alimentar e embora adorem os doces também pedem salgadinhos, eles comem de tudo, parecem até o menino do "eu quero brócolis", é uma briga por saladas em casa, e por massas também, houve um tempo que preparava lasanhas em duas formas grandes de bolo, e quase não sobrava, hoje em dia pessoal mais contido, um refratário já é suficiente.
No domingo depois de votar não estava muito a fim de ficar na cozinha, então resolvi  fazer a tal lasanha, eu não sou muito fã de massas, até gosto, mas prefiro arroz e saladas com carne, ou um bom risoto, mas atendendo a pedidos :

LASANHA TRADICIONAL
1 pacote de massa para lasanha
Molho Vermelho
3 sachês de molho de tomate pronto
500 gr de carne moída
1 cebola picada
2 dentes de alho picados
3 colheres de sopa de azeite
1/2 xícara de cha de azeitonas picadas
sal, pimenta e temperos a gosto
molho shoyo
orégano e manjericão secos
Molho Branco
200grs de margarina de qualidade
4 colheres de sopa de farinha de trigo
700 ml de leite integral
1 caixinha de creme de leite
1 sachê de queijo ralado (100grs)
noz moscada, sal e pimenta a gosto
Complementos
500 grs de mussarela ralada
350 grs de peito de peru fatiado

Mãos a Obra!!!
Prepare o molho vermelho primeiro, leve o azeite ao fogo, doure a cebola, refogue a carne, vá temperando a seu gosto, acrescente o molho de tomate, junte uma xícara de água e deixe apurar.
Noutra panela, derreta a margarina, junte a farinha de trigo, mexa até dissolver e vá pingando o leite e mexendo sempre para formar um creme, adicione o creme de leite o queijo ralado, cozinhe bem.
Num refratário, espalhe o molho vwermelho, distribua placas da massa de lasanha, cubra com molho branco, recheie com o peito de peru e mussarela, cubra com mais molho vermelho, repita as operações até completar o refratário.
Importante, deixe um espaço entre as placas de massa, para que elas possam crescer.
Pode se utilizar massa fresca, molho de tomates de verdade e molho branco também de verdade, mas se a pressa e a preguiça te dominarem é sempre bom ter uma versão rápida.

Serve bem 6 pessoas.

Para todos que achavam que se eu tivesse uma câmera, sairia fotografando tudo e todos, não sei o que aconteceu, não estou fazendo isso.
Não estou encontrando o melhor ângulo das minhas receitas, a melhor iluminação, vou tentar montar um cenário, ou segundo meu filho, colocar a mesa na varanda!!! Ele até ajuda a carregar!!!
Nem vou postar os últimos cookies que fiz, ficaram deliciosos e horrendos e não foram feitos para o dia das bruxas.

Decidi que preciso de outro livro da Martha, o de cookies, sei que não terminei o de cupcakes, mas to fazendo, é bom variar, afinal quem vive só de cupcakes???

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails